A visita à cidade de Hong Kong era uma das paixões antigas, um dos sonhos que pacientemente aguardava por uma oportunidade para se converter em realidade e assim saciar este desejo recalcado de visitar uma das mais importantes urbes do mundo. O ano novo Khmer concedeu-me alguns dias de folga e mal me cheirou a oportunidade corri logo em direcção à agência de viagens. Afinal são pouco mais de duas horas de viagem, algo insignificante para uma cidade que nos é tão remota.

Enganem-se aqueles que pensam que a cidade decaíu após a passagem para a alçada da enorme e controversa China. A cidade está mais viva e cresce mais que nunca, conquistanto espaço ao mar e aos céus sem nunca perder o seu encanto e brilhantismo. Uma cidade de obras, dinâmica, de grandeza e acima de tudo de sensuais contrastes que vão dos verdejantes montes à cidade e ao mar, do moderno ao mais tradicional chinês, dos diferentes cheiros que varrem as ruas e sobretudo do multi-culturalismo que aqui desfila e se sente parte deste moderno quotidiano.

A cidade, com quase 7 milhões de habitantes, está dividida entre a ilha de Hong Kong, mais rica, mais moderna e cosmopolita, e a parte continental, Kowloon, mais tradicional, ainda que tenha vindo a sofrer um rápido desenvolvimento nos últimos anos e se tenho começado a afirmar como o grande polo cultural da cidade.

Fiquei alojado na ilha de HK. Perto do metro, dos ferries, do comboio expresso para o aeroporto e de todas as facilidades e pontos turisticos. O centro não é grande e dá para visitar quase tudo a pé. Lá vou eu, pela Queen's Road de mochila às costas e a olhar para cima... Aqui tudo é em altura e quase que fiquei com um torcicolo.

Primeiro ponto de paragem, a Catedral de St John's bem no coração da Central, o coração da cidade. Sina a minha, estava em obras...

DSC07309 DSC07311 DSC07312

Não muito longe, alguns dos edifícios mais emblemáticos da cidade, com o Bank of China como destaque.

DSC07320 DSC07326 DSC07330 DSC07357
DSC07322 DSC07334 DSC07340
DSC07707 DSC07709 DSC07813
DSC07815 DSC07413

A Oeste do famoso edifício fica o agradável Hong Kong Park, uma das muitas áreas verdes da cidade e que inclui algumas atracções como um aviário, com várias espécies de aves, o Museu do Chá e um Centro de Artes.

DSC07790 DSC07792

Verdadeiramente impressionante toda esta grandeza em tão pouco espaço, numa densidade vertiginosa, mesmo encosta acima. Cada metro quadrado é aproveitado ao máximo e nada é desaproveitado.

DSC07327 DSC07346 DSC07359
DSC07365 DSC07369 DSC07370
DSC07366 DSC07711 DSC07797 DSC07394

Mesmo ao lado, a zona de Admiralty, um complemento à zona de serviços e também com algumas boas zonas de restauração e diversão.

DSC07717 DSC07723 DSC07761
DSC07730 DSC07731 DSC07732
DSC07767 DSC07774 DSC07423

A oeste da zona Central, fica a mais tradicional Sheung Wan, conhecida pelas suas pequenas lojas de venda de produtos tradicionais chineses e pelos vários mercados, sendo o mais conhecido o Western Market.

DSC07381 DSC07375 DSC07377
DSC07378 DSC07379 DSC07386
DSC07388 DSC07389 DSC07390

A meio do passeio pelo bairro descobri por acaso o Hollywood Road Park, um pequeno parque bem ao estilo oriental onde muitos chineses praticavam as mais diversas actividades, incluíndo a que se vê a seguir a ser praticada por aquele senhor.

DSC07396 DSC07397
DSC07398 DSC07399 DSC07400

Não muito longe os templos de Kwun Yam e Man Mo.

DSC07405 DSC07407

Passando para o lado de Kowloon parece que entramos noutra cidade. Com uma arquitectura bastante diferente, bem mais clássica, e uma vida também bem mais tradicional. Aqui imperam os mercados e o comércio tradicional chinês, também com maiores enchentes.

DSC07433 DSC07434 DSC07437
DSC07427 DSC07428 DSC07438
DSC07440 DSC07441 DSC07445
DSC07458 DSC07460 DSC07496

DSC07448

Em Kowloon fica também o templo de Tin Hau, com os seus peculiares incensos em espiral pendurados no tecto e que lhe conferem uma atmosfera muito especial.

DSC07449 DSC07453 DSC07457

O mais fabuloso nesta parte da cidade é mesmo a zona ribeirinha, com vista para a ilha de HK e o seu Passeio das Estrelas.

DSC07469 DSC07470 DSC07495

A vista é absolutamente fantástica, e só foi pena não estar um dia mais claro...

DSC07464 DSC07465 DSC07488

Dado o esplendor do local, fiquei algum tempo a apreciar a vista e a beleza da cidade até que algo de estranho se passou. Duas raparigas e um homem um pouco mais velho que elas aproximaram-se e uma delas perguntou-me se podia tirar uma fotografia. Prontamente respondi que sim e eis que quando vou para fazer o gesto de pegar na máquina, ela se afasta e me faz um gesto para me afastar. Inocentemente pensei que queriam que lhes tirasse a foto, mas no fundo a rapariga queria era tirar uma foto comigo. Mais estranho, o facto de o homem me fazer sinal para me juntar mais a ela... Bom, lá tirámos a respectiva fotografia, e quando lhes perguntei se me podiam tirar uma a mim, com a minha máquina, de novo a rapariga se colocou ao meu lado. Lá ganhei uma amiga!

DSC07474

Caricato foi o facto de a cena se ter repetido... Será que sou um Sex Symbol na China?! Não que me desagrade por completo...

Com o caír da noite a paisagem fica ainda mais espectacular. Os edifícios enchem-se de luz e de cor. A magia apodera-se da cidade e não conseguimos ficar indiferentes. Maravilhoso só pensava. Maravilhoso!

DSC07511 DSC07514
DSC07516 DSC07520

Às 8h da noite em ponto iniciou-se o que se considera o maior espectáculo de luz permanente do mundo, o Symphony of Lights. Ficam os franceses contentes por ser uma das suas atracções a Torre Eiffel piscar de hora a hora. Pois bem, estes chineses conseguem pôr uma cidade inteira a dançar ao ritmo da música com um espectáculo de luz, laser e som absolutamente fantástico. Encontrei no youtube um vídeo com este espectáculo. A qualidade de imagem não é a melhor, mas dá para ter uma ideia. Não esquecer que são tudo edifícios de várias dezenas de andares. O vídeo não consegue transmitir a grandeza do espectáculo em termos da sua real dimensão...

Outro ponto obrigatório na cidade de HK é o The Peak, o pico de um dos montes nas traseiras da cidade encantada. O acesso é feito através de um eléctrico que sobe com uma inclinação considerável, que chega por vezes aos 45º e que serpenteia através de escarpas verticais e assustadoras. No topo, um edifício bem moderno que alberga a estação do eléctrico, um centro comercial e um grande terraço com uma das mais fabulosas vistas do planeta.

DSC07827 DSC07830

E vamos a elas...

DSC07833 DSC07842

A versão melhorada com um tipo super bonzão...

DSC07850

E agora deliciem-se!

DSC07875 DSC07890

Não há palavras...

DSC07869

Hong Kong é uma cidade verdadeiramente fantástica e especial. É certo que tenho muita admiração por este tipo de metrópoles, por este tipo de estrutura, e esta cidade correspondeu em tudo ao que dela esperava e idealizava. Jamais esquecerei os momentos aqui passados, os passeios através das longas caminhadas que fiz e que me deram cabo no canastro. Mas essa é sem dúvida e melhor forma de conhecer.

Uma cidade moderna, com um conceito bastante diferente do conceito europeu de cidade e que por vezes se pode tornar um pouco confuso para nós. Habitada por gente também moderna, sofisticada e com uma maneira muito feliz de estar na vida. Dá-se muito valor à moda e ao vestir bem e de facto todos possuem bonitas farpelas de extremo bom gosto. Esta é uma das capitais da moda sem dúvida.

À noite a oferta é muita e variada. Vários são os locais que se enchem de gente, em especial Kowloon e Lan Kwai Fong. Preferi este último e é para mim uma das melhores noites que se podem encontrar. Ruas cheias, de gente bonita e bares de grande qualidade. De fazer lembrar um pouco o bairro alto, talvez com mais requinte.

Tudo isto, sempre na companhia destes meus companheiros inseparáveis destas mini-férias:

Companheiros

Falta um, o mais especial, "A Sombra do Vento" de Carlos Ruiz Zafón, um livro que recomendo vivamente a todos e cujo conteúdo devorei durante estes dias nas pequenas pausas que ia fazendo.

asvento

Hong Kong é uma cidade maravilhosa e super completa, onde se pode encontrar absolutamente tudo. E se alguém duvida?

DSC07499